Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Conheça o Programa Luz nas Almas

O programa de rádio Luz nas Almas foi criado pelo Departamento de Comunicação Social Espírita(DCSE) da Aliança Municipal Espírita de Teófilo Otoni no ano de 2006 com objetivo de levar ao conhecimento de todas as pessoas a Doutrina dos Espíritos codificada por Allan Kardec.
 
O programa chega ao lar dos ouvintes de Teófilo Otoni e região através da Rádio Imigrantes FM 100,9 de segunda a sexta-feira das 18:40 as 19:00.
 
No primeiro ano a equipe do DCSE apresentou aos ouvintes o Livro dos Espíritos, reprisado em  2008. Durante 20 minutos os integrantes da equipe fazem a leitura dos textos e em seguida o comentário.
 
Em 2009 o Programa Luz nas Almas  fez o estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo também reprisado durante o ano de 2010.
 
No ano de 2011 o programa levou ao ouvintes o estudo do Livro dos Médiuns, que foi reprisado em 2012.
 
Atualmente o Programa Luz nas Almas está fazendo o estudo do livro O Céu e  o Inferno.
Desde a sua estreia na Rádio Imigrantes em julho de 2006 o Programa de Rádio Luz nas Almas é líder absoluto de audiência em toda região.
 
Para contatar a equipe do Programa Luz nas Almas mande o seu e-mail para programaluznasalmas@hotmail.com
 

terça-feira, 21 de maio de 2013

CONBRAJE - Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas


Conhecer, aprender, conviver, integrar, compartilhar e confraternizar são alguns dos objetivos da Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas – Regional Centro, evento promovido pelo Conselho Federativo Nacional da FEB e organizado pela Área de Infância e Juventude das Comissões Regionais e das Entidades Federativas Estaduais que integram a região.
A CONBRAJE visa proporcionar a jovens e coordenadores de juventude a oportunidade de estudar e vivenciar a Doutrina Espírita com amigos de ideal que residem em outros Estados do Brasil. A CONBRAJE-Centro contará com a participação de jovens e coordenadores de juventude do Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Tocantins.
 
Fonte:dij.febnet.org.br

terça-feira, 14 de maio de 2013

Pequena História da Pomada Vovô Pedro


Espíritos de escravos desencarnados, os espíritos Miramez, Mãe Dudu, Dr. Bastos, Cícero e muitos outros viveriam uma noite muito especial no Centro Espírita Campos Vergal, na colônia Santa Isabel, em Betim, Minas Gerais. Era o ano de 1973.
As portas espirituais do salão abriram-se para o espírito de Franz Anton Mesmer, que se dirigiu a João Nunes Maia dizendo: “Papel e lápis, meu filho. Vou ditar-lhe a fórmula de uma pomada que deverá curar e aliviar.”
Após o ditado espiritual, inquiriu o médium sobre a autoria da fórmula, e a entidade respondeu-lhe, docemente: “Vovô Pedro, e atente meu filho para o preço: Deus lhe pague!”
João Nunes saiu em busca das plantas. Com o passar dos dias, sentindo e ouvindo os Espíritos atentamente, encontrou uma a uma as ervas indicadas, inserindo-as em garrafas, juntamente com as poções acertadas de álcool e água destilada, e preparou numa panela de pressão o unguento sagrado. Era a bênção divina em forma de pomada, portadora do princípio único, que tem o poder de harmonizar onde for aplicada.
Saindo à rua, ofereceu a pomada aos doentes e as feridas fecharam-se. Procurou os hansenianos e as chagas curaram-se. As dores das feridas em febre extinguiram-se.
A cada produção da pomada Vovô Pedro, adesões ocorrem nos dois planos da vida e foi assim que João Nunes compôs a prece de abertura das reuniões de produção, que modifica e enriquece o ambiente com o magnetismo de cada nome falado e expressões citadas.
Assim disse Chico Xavier em algumas cartas enviadas a João Nunes Maia: “Louvemos a Jesus e a seus mensageiros por havermos obtido, por suas mãos de obreiro do Bem, esse socorro dos céus.” ... “As curas que tenho visto são as mais surpreendentes.” ..." Envio a você e a nossos irmãos do Maria Nunes as alegrias e agradecimentos, as preces de louvor e os pedidos de bênção em sinal de gratidão que constantemente vejo brilhar em tantas faces, das quais a Pomada Vovô Pedro enxugou as lágrimas e as preocupações. Louvado seja Deus!” (Frases extraídas de cartas de Chico Xavier enviadas a João Nunes Maia).
Composição da pomada Vovô Pedro:
• a força energética do Mineral;
• o plasma vivo do Vegetal;
• a energia irradiante do Homem;
• os fluidos sutis do Espírito.

Fonte: www.neapa.org.br

sábado, 11 de maio de 2013

Homenagem às Mães



Com a Palavra, o Evangelizador de Juventude!

  O Departamento de Infância e Juventude da FEB - Federação Espírita Brasileira, está com uma enquete direcionada aos evangelizadores de juventude no endereço:  http://www.dij.febnet.org.br/evangelizador/enquete/enquete-4/
   O objetivo é buscar melhorar, a cada dia, os momentos de estudo, compartilhamento de experiências e confraternização oferecidos aos jovens nos Centros Espíritas. Por isso, a equipe pede que você, evangelizador, participe dessa pequena “enquete”, colocando suas ideias e sugestões.
   Evangelizador/Educador/Coordenador de Juventude, sua opinião é muito importante! Acesse!

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Em Oração

Livro: Jesus no Lar - Espírito: Neio Lúcio
    Na véspera da partida do Senhor, no rumo de Sídon, o culto do Evangelho, na residência de Pedro, revestiu-se de justificável melancolia. As atividades do estudo edificante prosseguiriam, mas o trabalho da revelação, de algum modo, experimentaria interrupção natural.
    A leitura de comoventes páginas de Isaías foi levada a efeito por Mateus, com visível emotividade; entretanto, nessa noite de despedidas ninguém formulou qualquer indagação.
    Intraduzível expectativa pairava no semblante de todos.
   O Mestre, por si, absteve-se de qualquer comentário, mas, ao término da reunião, levantou os olhos lúcidos para o Céu e suplicou fervorosamente:
    — Pai, acende a Tua Divina Luz em torno de todos aqueles que Te olvidaram a bênção, nas sombras da caminhada terrestre.
    “Ampara os que se esqueceram de repartir o pão que lhes sobra na mesa farta.
    “Ajuda aos que não se envergonham de ostentar felicidade, ao lado da miséria e do infortúnio.
    “Socorre os que se não lembram de agradecer aos benfeitores.
    “Compadece-te daqueles que dormiram nos pesadelos do vício, transmitindo herança dolorosa aos que iniciam a jornada humana.
    “Levanta os que olvidaram a obrigação de serviço ao próximo.
   “Apieda-te do sábio que ocultou a inteligência entre as quatro paredes do paraíso doméstico.
    “Desperta os que sonham com o domínio do mundo, desconhecendo que a existência na carne é simples minuto entre o berço e o túmulo, à frente da Eternidade.
    “Ergue os que caíram vencidos pelo excesso de conforto material.
    “Corrige os que espalharam a tristeza e o pessimismo entre os semelhantes.
    “Perdoa aos que recusaram a oportunidade de pacificação e marcham disseminando a revolta e a indisciplina.
    “Intervém a favor de todos os que se acreditam detentores de fantasioso poder e supõem loucamente absorver-te o juízo, condenando os próprios irmãos.
    “Acorda as almas distraídas que envenenam o caminho dos outros com a agressão espiritual dos gestos intempestivos.
    “Estende paternas mãos a todos os que olvidaram a sentença de morte renovadora da vida que a tua lei lhes gravou no corpo precário.
    “Esclarece os que se perderam nas trevas do ódio e da vingança, da ambição transviada e da impiedade fria, que se acreditam poderosos e livres, quando não passam de escravos, dignos de compaixão, diante de teus sublimes desígnios.
    “Eles todos, Pai, são delinquentes que escapam aos tribunais da Terra, mas estão assinalados por Tua Justiça Soberana e Perfeita, por delitos de esquecimento, perante o Infinito Bem...”
     A essa altura, interrompeu-se a rogativa singular.
     Quase todos os presentes, inclusive o próprio Mestre, mostravam lágrimas nos olhos e, no alto, a Lua radiosa, em plenilúnio divino, fazendo incidir seus raios sobre a modesta vivenda de Simão, parecia clamar sem palavras que muitos homens poderiam viver esquecidos do Supremo Senhor; entretanto, o Pai de Infinita Bondade e de Perfeita Justiça, amoroso e reto, continuaria velando...