Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

terça-feira, 30 de julho de 2013

Aniversários das Casas Espíritas: Joseph Gleber e Joaquim Portugal




Palestras Julho - CEJG

DATA
HORA
T   E   M   A
FACILITADOR
03 - QUA
20:00
LE-189 a 192-A: TRANSMIGRAÇÕES PROGRESSIVAS
CÉSAR HENRIQUE
05 - SEX
20:00
ABORRECER PAI E MÃE
GILVONETE PEREIRA
07 - DOM
08:30
ABORRECER PAI E MÃE
GILVONETE PEREIRA
10 - QUA
20:00
LE-193 a 196-A: TRANSMIGRAÇÕES PROGRESSIVAS
ALDRIN FERNANDO
12- SEX
20:00
PARÁBOLA DO JUIZ INÍQUO
J. O. OLIVEIRA
14 - DOM
08:30
PARÁBOLA DO JUIZ INÍQUO
J. O. OLIVEIRA
17 - QUA
20:00
LE-197 a 199-A: SORTE DAS CRIANÇAS DEPOIS DA MORTE
MACILENE OLIVEIRA
19 - SEX
20:00
EMMANUEL E O EVANGELHO
MAGDA ABREU
21 - DOM
08:30
NÃO PONHAIS A CANDEIA DEBAIXO DO ALQUEIRE
MACILÉA OLIVEIRA
24 – QUA
20:00
LE-200 a 202:  SEXOS NOS ESPÍRITOS
MYRIAN OLIVEIRA
26 – SEX
20:00
NÃO SÃO OS QUE GOZAM DE SAÚDE QUE PRECISAM DE MÉDICO
CÉSAR HENRIQUE
28 - DOM
08:30
A PACIÊNCIA
EUGÊNIA SILVEIRA
31 - QUA
20:00
LE-203 a 206: PARENTESCO, FILIAÇÃO.
MACILÉA OLIVEIRA

sábado, 20 de julho de 2013

Renovação


Brilhe a vossa luz

O supremo objetivo do homem, na Terra, é o da sua própria renovação. Aprender, refletir e melhorar-se, pelo trabalho que dignifica — eis a nossa finalidade, o  sentido divino de nossa presença no mundo.

Descendo o Cristo das esferas de luz da Espiritualidade Superior à Terra, teve por escopo  orientar a Humanidade na direção do aperfeiçoamento.

Brilhe a vossa luz” — eis a palavra de ordem, enérgica e suave, de Jesus, a quantos Lhe herdaram o patrimônio evangélico, trazido ao mundo ao preço do Seu próprio sacrifício.

A infinita ternura de Sua Angelical Alma sugere-nos, incisiva e amorosamente, o esforço  benéfico: “Brilhe a vossa luz”.

O interesse do Senhor é o de que os Seus discípulos, de ontem, de hoje e de qualquer  tempo, sejam enobrecidos por meio de uma existência moralizada, esclarecida, fraterna.

O Evangelho aí está, como presente dos céus, para que o ser humano se reflete com as suas bênçãos, se inunde de suas luzes, se revigore com as suas energias, se enriqueça com os seus ensinos eternos.

O Espiritismo, em particular, como revivescência do Cristianismo, também aí está, ofertando-nos os oceânicos tesouros da Codificação.

Pode-se perguntar: de que mais precisa o homem, para engrandecer-se, pela cultura e pelo sentimento, se lhe não faltam os elementos de renovação, plena, integral, positiva?!...

Que falta ao homem moderno, usufrutuário de tantas bênçãos, para que “brilhe a sua luz”?!...

A renovação do homem, sob o ponto de vista moral, intelectual e espiritual, é difícil, sem dúvida. Mas é francamente realizável.

É indispensável, tão somente, disponha-se ele ao esforço transformativo, com a consequente utilização desses recursos, desses meios, desses elementos que o Evangelho e o  Espiritismo lhe fornecem exuberantemente, farta e abundantemente, sem a exigência de qualquer  outro preço a não ser o preço de uma coisa bem simples: a boa vontade.

A disposição de auto­melhoria.

O homem, para renovar-se, tem que estabelecer um programa tríplice, como ponto de partida para a sua realização íntima, para que “brilhe a sua luz”, baseado no Estudo, na Meditação  e no Trabalho.

ESTUDO: — O estudo se obtém através da leitura do Evangelho, dos livros da Doutrina Espírita e de quaisquer obras educativas, religiosas ou filosóficas, que o levem a projetar a mente na direção  dos ideais superiores.

O estudo deve ser meditado, assimilado e posto em prática, a fim de que se transforme em frutos de renovação efetiva, positiva e consciente: “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos fará livres.” MEDITAÇÃO: — A meditação é o ato pelo qual se volve o homem para dentro de si mesmo, onde encontrará a Deus, no esplendor  de Sua Glória, na plenitude do Seu  Poder, na ilimitada expansão do Seu Amor: “O Reino de Deus está dentro de vós”.

Através da prece, na meditação, obterá o homem a fé de que necessita para a superação de suas fraquezas e a esperança que lhe estimulará o bom ânimo, na arrancada penosa, bem como o  conforto e o bem-estar que lhe assegurarão, nos momentos difíceis, o equilíbrio interior.

Na meditação e na prece haurirá o homem a sua própria tonificação, o seu  próprio fortalecimento moral e a inspiração para o bem.

TRABALHO: — O trabalho, em tese, para o ser em processo de evolução, configura-se sob três aspectos principais: material, espiritual, moral.

Através do trabalho material, propriamente dito, dignifica-se o homem no cumprimento  dos deveres para consigo mesmo, para com a família que Deus lhe confiou, para com a sociedade de que participa.

Pelo trabalho espiritual, exerce a fraternidade com o próximo e aperfeiçoa-se no  conhecimento transcendente da alma imortal. No campo da atividade moral, lutará, simultaneamente, por adquirir qualidades elevadas, ou, se for o caso, por sublimar aquelas com que já se sente aquinhoado. Em resumo: aquisição, cultivo e ampliação de qualidades superiores que o distanciem, em definitivo, da animalidade em que jaz há milênios de milênios: “É na vossa perseverança que ganhamos as vossas almas”.

A palavra do Senhor – “BRILHE A VOSSA LUZ” – impele-nos, na atualidade, à realização deste sublime programa:

Renovação moral, cultural, espiritual.

A estrada é difícil, o caminho é longo, repleto de espinhos e pedras, de obstáculos e limitações, porém, a meta é perfeitamente alcançável. Uma coisa, apenas, é indispensável: um pouco de boa vontade. Boa vontade construtiva, eficiente, positiva. O resto virá, no curso da longa viagem...

Livro: Estudando o Evangelho – Martins Peralva

terça-feira, 16 de julho de 2013

Oficina Sobre o Evangelho

O DEME - Departamento de Estudo Minucioso do Evangelho, juntamente com Centro Espírita Joseph Gleber, convida-o a participar da Oficina sobre o Evangelho, tendo como ministrante a  companheira Magda Luzimar de Abreu da UEM - União Espírita Mineira.
 
O Evento realizar-se-á nos dias 19 a 21 de julho.
 
Solicitamos que confirme a presença para que possamos melhor nos organizar.
Confira a seguir o cronograma de atividade.
 
DEME/DE

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Espiritismo na Praça

           A Aliança Municipal Espírita de Teófilo Otoni promoveu no último sábado, dia 13/07/2013, a segunda edição do “Espiritismo na Praça” fechando com chave de ouro a XXVIII Feira do Livro.

O evento contou com breves apresentações do grupo de teatro “Nossa Alegria” do Centro Espírita Joseph Gleber, o “Abraço Grátis” da Juventude do Joaquim Portugal, que também foi representado pelas crianças da evangelização, além de músicas interpretadas por Elindomar, Gilson e Cláudia. A arte espírita promovendo um ambiente de muita harmonia e paz no centro de nossa cidade.

O tema central da noite foi “Família” que foi muito bem trabalhado em explanações de 15 minutos, pelos companheiros: Cristalino Batista, Gilvonete Pereira e José Odaildes Oliveira.

Parabéns a AME e a todos que auxiliaram na realização desta empreitada de luz.

sábado, 13 de julho de 2013

Construtores do Amanhã


   Filhos da alma, que Jesus nos abençoe!

   O Espiritismo é uma nascente de bênçãos que flui incessantemente, oferecendo a água cristalina da Verdade para todos os sedentos da Humanidade.
   Podemos considerá-lo, também, como o Sol da Nova Era aquecendo os corações enregelados, e libertando as mentes angustiadas.
   É verdade que a dor parece zombar das gloriosas conquistas contemporâneas. Do seu crivo, ninguém na indumentária carnal consegue escapar.
   Aqui é a violência, sob todos os aspectos considerada, ceifando a floração de vida que não chegou à maturidade...
   Ali é o sofrimento mal contido no íntimo dos corações, arrancando da face a máscara da falsa alegria.
   Mais distante, são os desejos irrealizados, convertidos em conflitos tormentosos, gerando desinteligência e padecimentos profundos.
    Em todo lugar, a presença do sofrimento abençoado!
   Oh! Dor bendita, que vergas a cerviz dos poderosos e demonstras a fatuidade das conquistas terrenas!
   Bendigamos a oportunidade de experimentar, nas carnes da alma, a presença do sofrimento, transformando-se, pela resignação e coragem do enfrentamento, em condecorações luminosas, que nos destacarão na grande jornada em direção da luz imarcescível.
   Vivemos o momento da grande transição que deixa a impressão de que os Ouvidos  Divinos nos penetrais do Infinito não escutam o clamor da Terra...
   Nunca, entretanto, como hoje, a Misericórdia do Pai Amantíssimo tem respondido às multidões desarvoradas as súplicas que Lhe são dirigidas.
   Jamais, como agora, o Amor de Jesus enviou à Terra Embaixadores tão numerosos para que possam apresentar-Lhe a mensagem dúlcida do amor, que ficou esquecida na memória dos tempos...
   Heróis anônimos da caridade, missionários da renúncia, cientistas e pensadores, artistas e estetas mergulham, sem cessar, nas sombras terrestres para evocar e viver a proposta do Amor como dantes nunca havia ocorrido.
   É verdade, filhas e filhos da alma, que as aflições permanecem, também através do sítio estabelecido por mentes desencarnadas, que buscam cercear-vos o passo, vitimadas pela revolta, tentando obstaculizar a marcha do progresso moral.
   Afirmais, muitas vezes, que sentis os aguilhões, as flechas disparadas pelos arqueiros das Trevas, dilacerando-vos a intimidade dos sentimentos.
   Reportai-vos continuamente a esse cerco feroz que parece triunfar em alguns arraiais da sociedade.
   Não vos esqueçais, porém, do Amor do Pai Celestial, generoso, e da Misericórdia de Jesus que vos não esquecem e, a cada momento, o silêncio da sepultura arrebenta-se, trazendo-vos de volta os Mensageiros da Verdade, os novos construtores do amanhã para sustentar-vos na luta.
   É natural, meus filhos e minhas filhas, que tal ocorra.
  Não se pode edificar, num planeta de provas e expiações, transitando para o grau de regeneração, senão com a presença do sofrimento, que foi cristalizado pela nossa intemperança, resultante do nosso processo evolutivo no passado, quando ainda nas vascas da ignorância do ontem.
  ...Mas, o Deotropismo arrasta-nos e a Voz do Cristo, convocando as Suas ovelhas ao rebanho, fascina-nos.
   Não temamos nossos irmãos enlouquecidos. São Filhos de Deus, credores da nossa compaixão e da nossa misericórdia. Hostilizando-nos, necessitam de nós e, por nossa vez, deles necessitamos. Estendamos-lhes os braços afetuosos, ofertemos-lhes a oração de fraternidade e juntos busquemos Jesus.
   Alcançais, a pouco e pouco, novos patamares da evolução, embora o Movimento Espírita apresente as dificuldades compreensíveis defluentes da vulgarização da mensagem, diminuindo em qualidade o que ganha em quantidade. 
   As diretrizes aqui exaradas, as decisões aqui estabelecidas nestes dias e a vossa dedicação constituem o selo de garantia no trabalho enquanto estiverdes submetidos à inspiração do Mestre Galileu.
   Permanecei devotados, esquecei as diferenças e recordai-vos da identidade dos conceitos, deixando à margem os espículos, os desvios de opinião, para, unidos, pensarmos juntos, na construção do amor por definitivo em nosso amado planeta.
   Vossos guias espirituais assistem-vos e Ismael, em nome de Jesus, guia-vos.
Sigamos, pois, Espíritos-espíritas e espíritas-Espíritos, dos dois planos da Vida, de mãos dadas, entoando o nosso hino de alegria por gratidão a Jesus pela honra de havermos sido chamados, à última hora, para trabalhar na Sua Vinha...
   Alegrai-vos, filhas e filhos da alma, bendizendo a honra de servir!

   Que o Senhor de bênçãos vos abençoe hoje e sempre!
   São os votos carinhosos do amigo paternal e humílimo de sempre.

Espírito Bezerra de Menezes / Divaldo Pereira Franco, no encerramento da Reunião Ordinária do Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira, no dia 9 de novembro de 2008, em Brasília, DF.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Visite a Feira do Livro


 
Visite a Feira do Livro Espírita
de 07 a 13/07/2013,

na Praça Tiradentes.
 


Retornou a pátria espiritual Hermínio Miranda


   Retornou a pátria espiritual aos 93 anos, Hermínio Corrêa de Miranda, em 8 de julho de 2013, um dos principais pesquisadores e escritores espíritas da atualidade.
   Hermínio é autor de cerca de 40 livros, dentre eles, diversos clássicos da literatura espírita, como Diálogo com as Sombras, Diversidade dos Carismas e Nossos Filhos são Espíritos. Os seus direitos autorais foram sempre cedidos a instituições filantrópicas.
   Hermínio Miranda: Não fui levado ao Espiritismo por crise existencial ou sofrimento, mas pela insatisfação com os modelos religiosos à minha opção. Alguém – mergulhado em transe anímico regressivo – me diria mais tarde que eu não aceitava tais propostas porque, de alguma forma que não me foi explicado, eu sabia que ali não estava a verdade que eu buscava. Essa atitude de reserva e até de rejeição contribuiu, acho eu, para retardar minha descoberta da realidade espiritual.
   Um episódio irrelevante em minha vida desencadeou o processo. Eu quis, no entanto, entrar pela porta da frente. Consultei, para isso, um amigo de minha inteira confiança e ele me indicou como primeira leitura os livros da Codificação. Acrescentou os nomes de Gabriel Delanne e de Léon Denis e me disse, como que profeticamente: “Daí em diante, você irá sozinho”.
   A surpresa começou com O Livro dos Espíritos. Inexplicavelmente, eu tinha a impressão de haver lido aquele livro antes, mas onde, quando? Antecipava na mente o conteúdo de numerosas respostas. Anos depois, ficaria sabendo que outras pessoas viveram experiência semelhante, entre elas, o respeitável e amado Dr. Bezerra de Menezes.
Fonte: www.radioboanova.com.br

terça-feira, 9 de julho de 2013

Encontro da Família


 
No dia 07 de julho de 2013, domingo, o Departamento de Infância e Juventude – DIJ da Aliança Municipal Espírita – AME de Teófilo Otoni promoveu na Escola Estadual Tristão da Cunha o “Encontro da Família”. Estiveram presentes cerca de 230 pessoas que participaram de dinâmicas e brincadeiras que levaram as famílias a se integrarem e confraternizarem durante toda a manhã. Num primeiro momento, separadas em grupos, as famílias buscaram elaborar a receita da felicidade, onde colocaram tudo aquilo que pensavam ser o ideal para uma convivência harmônica no lar: amor, carinho, amizade, compreensão, paciência, humildade, e muito mais. As receitas foram apresentadas na quadra e logo após foram propostas brincadeiras como a corrida do saco, coelhinho sai da toca e outras. O evento foi encerrado com um delicioso almoço preparado com muito carinho para todos.

sábado, 6 de julho de 2013

Espiritismo na Praça

DATA: 13/07/2013 (SÁBADO)
LOCAL: PRAÇA TIRADENTES
HORÁRIO: 18 HORAS
 

 PROMOÇÃO
 
ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA
DIJ - Departamento de Infância e Juventude

Mensagem psicografada por Marlene Nobre


   Marlene Nobre psicografou uma mensagem no dia 19 de junho no Grupo Espírita Cairbar Schutel, a médium esclareceu ainda que José Maria da Silva Paranhos Jr. (Barão do Rio Branco) assumiu a autoria da mensagem, mas que o mentor deixou claro que falava em nome de uma falange.
   Fazem parte dela e estavam ali presentes Pedro de Alcântara, Bezerra de Menezes, Rui Barbosa, Tiradentes, Freitas Nobre, Frei Caneca, Cairbar Schutel e inúmeros outros brasileiros ilustres.
   Caros irmãos,
   O Brasil vive hoje um momento delicado de sua história.
   Brasileiros, na sua maioria irmãos nossos ainda jovens na vestimenta física, exprimem nas ruas suas angústias, incertezas e mesmo revoltas subjacentes, acumuladas ao longo de decênios de insatisfação, ante a falta de respostas concretas com relação ao futuro e ao destino real que almejam para suas existências.
   É preciso que as forças vivas da nação aglutinem-se em torno de todas as figuras históricas e heroicas, que serviram com idealismo ao País, a fim de encontrarem soluções justas aos anseios legítimos das pessoas, que se veem, cada vez mais, entregues a si mesmas, sem contar com o respaldo de interlocutores compassivos, que façam do diálogo um instrumento real de crescimento e aprimoramento da sociedade como um todo.
   As reivindicações diversas expressam o grau de insatisfação popular com o aumento crescente da coleta de impostos, com os desvios de dinheiro público e com o mau emprego de bens e patrimônios da Nação, responsáveis por frustrações repetidas, principalmente, dos mais jovens, ante a precariedade de investimentos nas áreas essenciais como saúde e educação, entre outras.
   As insatisfações são dirigidas principalmente aos que têm a responsabilidade de cuidar das questões político-administrativas do País, pedindo especial atenção aos projetos que verdadeiramente interessam ao bem-estar e ao progresso da coletividade.
   Há algum tempo esses interesses vêm sendo administrados, em determinados setores do País, por espíritos que se locupletam indebitamente da rica produção nacional, espoliando o País justamente no momento em que avança para o seu mais amplo desenvolvimento.
   Continuam encarcerados no egocentrismo, na visão estreita do personalismo inferior, incapazes de enxergar as necessidades do conjunto, formado pela grande família brasileira, que deveria na verdade ser a usufrutuária dos bens produzidos.
   Por isso, meus amigos, enfrentamos, na hora presente, momentos difíceis que exigem oração, vigilância, cautela.
   Permita Jesus a união das criaturas nobres, que já despertaram para as verdadeiras responsabilidades sociais e democráticas, dentro de uma visão holística e abrangente, que contemple todos os setores da sociedade em suas necessidades espirituais mais profundas.
   Que essas forças vivas, verdadeiras estacas de sustentação do Brasil livre, possam defendê-lo dos movimentos radicais, que buscam nessas horas difíceis lançá-lo nos caminhos da violência, na tentativa de usurpar-lhe o clima pacífico, seu apanágio maior, desde a fundação.
    Meus irmãos, o tempo é de vigilância, de cuidado, de oração.
   Que todos se unam em torno dessas forças vivas, que estão voltadas para a espiritualidade superior, a fim de que possam neutralizar os arremessos das trevas, promovendo as mudanças necessárias, mas sem violência.
   Há pouco mais de 20 anos, seguindo a voz das ruas, os poderes constituídos destituíram um presidente da república; a partir de então, era de se esperar que os responsáveis pelos destinos da nação priorizassem em suas ações a probidade administrativa em todas as áreas, mantendo como objetivo maior a distribuição mais justa e igualitária da riqueza.
   Era de se esperar que amadurecessem, procurando servir às camadas mais pobres da população, e, sobretudo, à valorosa Nação, que lhes deu o berço, e que foi dotada pelo Criador de grandes jazidas naturais, do maior reservatório de água do mundo e que permanece emoldurada pela beleza ímpar de sua natureza exuberante.
   O mundo cibernético, todavia, abriu imensas possibilidades para que as gargantas se exprimissem em conjunto, em uníssono, e os jovens saíram às ruas. Mas se isso representou um avanço nas formas de expressão das almas, trouxe também imensas preocupações quanto aos rumos do País, porque não se sabe se as forças negativas tomarão a frente, tentando impedir o cumprimento da importante missão que o Brasil tem a desempenhar perante si mesmo e perante as demais nações do mundo.
   Por isso, meus amigos, diante do mostruário desta noite, solicitamos silêncio, meditação, prece e, sobretudo, entranhado amor pelo País que vos recebeu de braços abertos depois de inúmeras encarnações de falência para vos reabilitardes perante o Pai.
   Que Ele nos abençoe.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Encontro da Família


ENCONTRO DA FAMÍLIA

LOCAL: ESCOLA ESTADUAL TRISTÃO DA CUNHA
DATA: 07/07/2013
HORÁRIO: 8H30 - 12H

VENHA E TRAGA SUA FAMÍLIA!