Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

sábado, 29 de agosto de 2020

Homenagem

Amigo Amaro,

Pelas virtudes que expendias imaginamos que já prelibavas dessa semeadura mesmo aqui entre nós.

Podemos escolher o seu sorriso simpático, amigo, acolhedor e inesquecível, para ser o ícone representativo dessas virtudes, pois nos julgamos sem a devida competência para enumerá-las sem prejuízo ao registro de todas.

Agora, nobre amigo, certamente usufruirás com mais intensidade daquilo que plantou em toda a sua existência.

Diz Emmanuel: 
“madureza física nunca foi obstáculo para o Espírito sequioso de progresso.” 

Foste tu assim, aqui na carne querido amigo. 

E pelo que aprendemos com a nossa Doutrina Consoladora, agora podes mais, pois estás pássaro livre e certamente se lembrará do Cristo ensinando-nos:
“Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.”

Sê feliz e bom trabalho, caro irmão!

Equipe DCSE/CEJG

Nenhum comentário:

Postar um comentário