Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

sábado, 15 de junho de 2013

Seminário Prece: 2° Parte


            Introduzindo a segunda parte do Seminário Prece, que ocorreu no dia 09/06/13 às 19h30 no Centro Espírita Joseph Gleber, César Henrique fez uma breve reflexão sobre o poema de Auta de Souza intitulado “Mensagem Fraterna”, cantado mais uma vez por Gilson e Iago. Em seguida, adentrou o capítulo XXVII de O Evangelho Segundo o Espiritismo – Pedi e Obtereis, explanando acerca das qualidades da prece.
Dentro do texto, o facilitador da noite enfatizou que Jesus nos ensinou que não se deve orar muito, ou seja, utilizando uma multiplicidade de palavras, já que o que importa é a sinceridade delas. E ainda que antes de orarmos devemos perdoar os inimigos, uma vez que a prece agradável a Deus deve partir de um coração purificado de todo sentimento contrário à caridade.
“Mas então, se nosso coração não está purificado não devemos orar?”, perguntou um ouvinte. “A prece é um ato de humildade. Devemos trabalhar nosso íntimo e buscar ajuda por meio da prece para sermos melhores”, explicou César.
Também foram citadas as questões 658 e 661 de O Livro dos Espíritos: “... As boas ações são a melhor prece, por isso que os atos valem mais que as palavras.” “... A prece é sempre agradável a Deus, quando ditada pelo coração, pois, para Ele, a intenção é tudo.”
             Com participação dos ouvintes, a reunião transcorreu em clima de muita harmonia. Ao final, Macilene, coordenadora do Departamento de Estudos, agradeceu a presença de todos, dando boas-vindas aos que visitavam a casa pela primeira vez e sorteou dois Evangelhos para os participantes.
Para encerrar o Seminário no próximo domingo, 16/06, César trabalhará a eficácia da prece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário