Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Aborto, solução para quem?


O clima álacre e fraternal em que se processa a XXVIII Semana Espírita de Teófilo Otoni foi mantido em seu terceiro dia, motivados pelos acordes do violino e do violoncelo habilmente conduzidos pelas musicistas Alessandra M. Guedes e Carina Magna, respectivamente, abrindo os trabalhos da noite.
A valorização da Vida, que é a proposta reflexiva do evento à luz da Doutrina Espírita, trouxe neste terceiro dia o tema: Aborto, solução para quem?
A exposição ficou aos cuidados da confreira Juselma Maria Coelho, de Belo Horizonte, que apresentando fidelidade doutrinária, sem julgamentos e apresentando compreensão às faltas alheias, discorreu sobre os comprometimentos nocivos a que os indivíduos se vinculam em razão das ações diretas ou indiretas na prática do aborto.  
Em seu discurso lembrou que a cada dia a Ciência se desenvolve e aumenta o percentual de aceitação de que o início da vida humana ocorre desde o momento da concepção no ventre materno.
Valorizando a Vida, lembrou Maria, a mãe da Humanidade, que aceitou a missão de receber em seu ventre o Cristo, exemplo a ser seguido por todas as mães, aceitando como presente divino o ser que Deus permite gerar no ventre de cada uma destas.
Ao encerrar lembrou que todos nós podemos contribuir com a campanha de conscientização e valorização da Vida, orientando aqueles que ignoram as leis divinas e a sequência da vida espiritual pós o perecimento do corpo físico; orando pelos que esboçam tal plano; ter fé sempre e sobretudo, amar.
Fechando o evento, o grupo de cantores mirins do Centro Espírita Joseph Gleber, ofertou mais luz à noite esclarecedora, trazendo a música intitulada Nove meses, mostrando a vida a pulsar no ventre materno e a sinergia ali existente entre mãe e filho(s).

Respeitemos a Vida!

Nilton Maia - DCSE CEJG

Nenhum comentário:

Postar um comentário