Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

terça-feira, 7 de abril de 2020

Mensagem psicografada quinta-feira, 02/04/2020, em reunião da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla


Amadas flores do meu jardim,

São chegados os tempos difíceis, das tempestades que avassalam a todos, sem distinção.
Ondas de medo, insegurança, desequilíbrio, invadem a psicosfera do nosso planeta, fomentadas por informações de toda natureza, veiculadas pelos meios de comunicação e propagadas aos quatro cantos do mundo.
Jesus vem vos alertando através de suas parábolas e mensagens, levadas adiante pelos seus discípulos e cristãos de todos os tempos.
Os avisos estão nos escritos do Evangelista Mateus, nas Leis de Conservação e Destruição contidas no Livro dos Espíritos, e em muitas outras mensagens recebidas através dos tempos por inúmeros emissários do Senhor.
A necessidade de permanecerem unidos para que possam vencer as intempéries desses tempos foi amplamente divulgada. E então é chegado o momento de mostrar que, vós espíritas, são os trabalhadores da última hora, apoiando-se mutuamente, auxiliando os irmãos que se encontram enfermos do corpo e da alma, em total desespero.
Na mensagem A Piedade, de O Evangelho Segundo o Espiritismo, um espírito amigo vos conclama dizendo: “Temeis ficar indiferentes, quando puderdes ser úteis!”.
A utilidade do trabalhador espírita não está limitada às paredes da Casa a qual faz parte. Vós sóis aqueles que levarão a palavra de confiança e fé. Os vossos testemunhos devem cessar o medo da morte, por saberem que ela não existe, pois é apenas a passagem do corpo físico para o espiritual, o retorno à verdadeira vida do espírito.
Todos os acontecimentos estão sempre sob a direção e o amparo do Alto, portanto, não há o que temer.
Amem-se, apoiem-se, instruam-se, auxiliem-se e, principalmente, auxiliem àqueles que não professam da mesma fé ou religião.

A Mãe Santíssima ora por todos vós.

Com amor,

Scheilla

Nenhum comentário:

Postar um comentário