Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações. (Allan Kardec - E.S.E, XVII, 4)

sexta-feira, 26 de julho de 2019

CEJG - 64 anos irradiando Amor e Luz

Nos idos de 1955, um grupo de abnegados irmãos, a quem externamos nossa eterna gratidão por contribuírem para que hoje pudéssemos desfrutar deste Oásis de Luz, se reuniu nas dependências da Legião da Boa Vontade, com vistas a estudarem o Evangelho Segundo o Espiritismo.
O trabalho se manteve e onze anos depois, em uma reunião na Fazenda Eureca, nosso irmão Joaquim Portugal foi orientado pelo querido Benfeitor Espiritual Joseph Gleber a consolidar um novo agrupamento espírita, ao qual o companheiro acedeu prontamente, com a condição de que o Venerando Espírito fosse seu condutor no plano extrafísico.
A partir daí os precursores passaram a frequentar, quinzenalmente, o Grupo Espírita Dias da Cruz, na cidade de Caratinga, ávidos por esclarecimentos e mais estudo.
E assim nasceu juridicamente o Grupo da Fraternidade Joseph Gleber, cujo Estatuto foi elaborado em consonância com o Estatuto Padrão dos Grupos da Fraternidade filiados à Organização Social Cristã André Luiz – OSCAL, devidamente registrado em cartório.
Inicialmente o Grupo reunia-se numa sala da Loja Maçônica Filadélfia, até adquirir o próprio espaço, lançando em 25 de dezembro de 1966 a pedra fundamental do Grupo da Fraternidade Joseph Gleber.
Desde o seu nascedouro, este Portal de Luz tem como preocupação primeira a fidelidade irrestrita aos ensinamentos doutrinários prescritos pelo Divino Mestre e Senhor Jesus, bem como a codificação kardequiana, primando pelo estudo e prática do dever e da moral cristã, contribuindo assim para a divulgação e difusão do espiritismo, fundamentando-se no exercício da caridade, da fraternidade, por meio das seguintes ações:
·     Promoção da evangelização infantojuvenil;
·  Preparação através de cursos específicos de colaboradores da seara espírita;
·   Manutenção de reuniões de estudo dos fenômenos e da doutrina espírita;
· Realização de palestras visando a difusão dos ensinamentos espíritas;
·  E outros temas de cunho social como assistência às necessidades de pessoas carentes.
  Nestes 64 anos de existência desta Casa, a nossa homenagem deve ser em forma de retribuição, ainda que minimamente, por tantas benesses recebidas, com a nossa fraternidade, responsabilidade, trabalho, dedicação, a fim de que os alicerces permaneçam firmes, fincados nas bases sólidas do Amor e da Solidariedade. 

                         OBRIGADO CENTRO ESPÍRITA JOSEPH GLEBER!

Equipe de Divulgação do DCSE/CEJG

Nenhum comentário:

Postar um comentário